Pesquise no Blog "Diante do tabuleiro, a mentira e a hipocrisia não sobrevivem por muito tempo. A combinação criadora desmascara a presunção da mentira, os impiedosos fatos que culminam no mate, contradizem o hipócrita." - Emanuel Lasker - Xadrez é vida, é sorte, é azar. É jogar, se esconder, se divertir, rir, mentir, suar, matar, capturar. Com o xadrez aprendemos a ser felizes; com ele, podemos aprender a viver; ganhamos, perdemos, mas JOGAMOS; para um grande enxadrista não basta apenas JOGAR, mas é necessário GANHAR! Como Kasparov sempre dizia: o mestre só se torna um mestre a partir de mil derrotas e meia vitória, pois assim ele aprende a ter dignidade e ser capaz de ver os lances, prever os lances. Um mestre só se torna um mestre quando obtêm mil derrotas pensadas, mas ele se torna um burro quando não quer pensar e para de jogar.

Xadrez = Arte

Xadrez = Arte
"A vida é uma eterna partida de xadrez. Quando a gente não tem a iniciativa A oportunidade passa e você perde a vez."

Vídeos

Milton Matone nos envia vídeos inéditos de torneios, mestres e demais eventos de xadrez. Postados no Youtube formam uma verdadeira biblioteca visual enxadrística.
Veja os vídeos

terça-feira, 22 de julho de 2008

Dia Internacional do Xadrez

Muitos não sabem, mas no último dia 20 de Julho (domingo), foi comemorado o Dia Internacional do Xadrez. Em muitos países da Europa ouve comemorações solenes e reportagens a respeito.
Entretanto, ainda não há um concesso para que dia é realmente do Xadrez. Muitos comemoram o dia 19 de novembro como o dia mundial do xadrez, em vista do nascimento de José Raul Capablanca. Outros já o comemoram no dia 20 de julho, visto o dia de criação da FIDE (Federação Internacional de Xadrez).Divergências a parte, o que importa é a falta de descrédito dada pela mídia, principalmente aqui no Brasil. Em comparação com a maior potência enxadrísta: A Rússia demonstra aquilo que começou pouco depois da Revolução Czarista de 1917, quando resolveu implantar como disciplina obrigatória nas escolas o xadrez. O resultado, todos sabem, um incrível desenvolvimento de ensino e intelectual. Além da hegemonia no xadrez de alto nível que só foi derrubada por Fischer. Alekhine, Botwinnik, Smyslov,Tal, Petrosian e Spassky antecederam Ficher como campeão mundial e todos eles era Russos! (Houve durante esse período uma discreta participação se comparada aos russos do holândes (Países Baixos) Max Euwe). Coincidência não, visto que depois de Fischer, veio Karpov e Kasparov, ambos russos! Atualmente não é diferente. Apesar de não haver a hegemonia que existia até pouco tempo atrás, ainda há russos na disputa pelo melhor do mundo. Podemos destacar obviamente o 2º da Fide Vladimir Kramnik, o atual campeão russo Morozevich, Peter Svlider.Valorização é a palavra que resume o sentimento russo pelo xadrez. Enquanto no nosso país, nem citou-se o acontecimento, na Rússia foi feriado...

Um comentário:

Jean disse...

triste realidade no Brasil. Os reflexos da imoralidade estão visíveis: corrupção, violência, educação deficiente, falta de atendimento público nos hospitais. A imoralidade está visitando o Brasil, só espero que ela não resolva ficar...